Sunday, February 25, 2007

Um pouco de futebol, s.f.f.

O SPORTING fez um jogo lastimável contra o Aves. Nenhuma razão justifica que se jogue tão mal, com tão pouca qualidade e com tanta falta de ambição.
Há jogadores na equipa do SPORTING que ainda não perceberam o que é o SPORTING. E aí alguém vai ter que lhes fazer ver algumas coisas.
Tomemos como exemplo o Nani. Se refiro o nome deste jogador não é por vontade minha de o crucificar. É apenas porque ele, esta semana, se pôs a jeito com as declarações acerca do seu salário, que prestou em tribunal. Nani acha que ganha pouco. Eu acho que ganha muito. Opiniões: cada um fica com a sua. Agora o que já não é legítimo é que um jogador, só porque acha que é mal pago, tenha uma prestação em campo como aquela que Nani vem tendo nos últimos jogos. Receio que o Nani ande mal aconselhado por algum daqueles oportunistas que esperam obter dividendos à custa da sua carreira. Mas Nani já não é nenhuma criancinha e tem que saber o suficiente para perceber que só se pode cobrar depois do serviço feito. Quer receber como uma estrela? Jogue bem como uma estrela! A equação é simples. Díficil de entender é a atidude de um jogador que acha que deve receber muito, agora, só porque muita gente diz que ele há-de vir a ser muito bom daqui a uns tempos, mesmo que a sua actual prestação em campo seja pouco mais do que medíocre. Não me dá especial prazer dizer isto de um jogador que veste a camisola do SPORTING. Mas deve ser dito: lastimo que no SPORTING não haja que o faça. Um dos piores erros que podemos correr é o de transformarmos a Academia num viveiro de estrelinhas: gastamos dinheiro com elas e não colhemos dividendos porque estamos a formar “produtos mediáticos” em vez de profissionais de futebol. Espero que Nani perceba que a 2ª B está cheia de jogadores que já foram grandes promessas, estrelinhas como ele é agora. Nani ainda está a tempo de arrepiar caminho. Para seu bem, acima de tudo.
Para não variar, mesmo jogando mal, se o árbitro tivesse validado o golo legal que Bueño marcou, hoje as coisas seriam diferentes. Se às nossas fraquezas juntarmos os ataques dos outros então a situação fica mesmo muito difícil. É que não somos só nós a jogar mal.

No comments: